Saiba tudo sobre a Carreira de Fotógrafo Técnico Pericial : Requisitos, Atribuições, Remuneração, Jornada de Trabalho, Benefícios da Carreira…

O Fotógrafo Técnico-Pericial tem as atribuições abaixo listadas, sem prejuízo de outras tarefas análogas que possam ser determinadas:

– fotografar ocorrências policiais em qualquer tipo de local de crime com ou sem vítimas, incluindo o contato com materiais contaminados (agentes físicos, químicos e biológicos) e/ou cadáveres, bem como ocorrências diversas: desabamentos, desmoronamento, soterramento, incêndios, catástrofes, acidentes de trânsito, roubo, furto. entre outros e/ou participar de perícias em laboratórios, sob orientação do Perito Criminal ou do Médico Legista;

– participar diretamente da perícia em condições climáticas desfavoráveis, em qualquer período do dia ou da noite;

– manusear materiais contaminados (seringas, estiletes, facas, armas etc), para preparação de fotografias;

– fotografar cadáveres, seus ferimentos, perfurações, manchas de sangue, sinais de agressão etc, bem como cadáveres em estado de putrefação e exumações;

– manusear e fotografar substâncias psicoativas e/ou tóxicas (entorpecentes, produtos químicos, entre outros);

– proceder à revelação e ampliação de fotografias com utilização de substâncias químicas;

– manusear arquivos fotográficos digitais, edição de fotos e respectivos arquivos eletrônicos;

– editar laudos periciais;

– dirigir viatura;

– atender o público em geral.

Requisitos para o concurso para Fotógrafo Técnico Pericial da Polícia Civil

  • Ser brasileiro
  • Estar em dia com as obrigações militares (no caso de candidatos do sexo masculino)
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais
  • Estar com o CPF regularizado
  • Ter concluído o Nível médio
  • Ter idade mínima de 18 anos (alguns editais exigem idade mínima de 21 anos e para alguns cargos a idade máxima é de 45 anos)
  • Ter aptidão física e mental
  • Não possuir antecedentes criminais
  • Ter carteira de habilitação com categoria B, no mínimo
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada

Remuneração do Fotógrafo da Polícia Civil

A remuneração inicial de um Fotógrafo da Polícia l é de R$ 4.023,29, já com o complemento.

Jornada de Trabalho do Fotógrafo Técnico Pericial da Polícia Civil

img18

A jornada de trabalho é de , no mínimo, 40 (quarenta) horas semanais, sujeito ao cumprimento de horário irregular, plantões noturnos e chamadas em qualquer horário.

Plano de Carreira para os Fotógrafos Policiais

Na Polícia Civil, assim como na Polícia Federal e na maioria das Polícias Judiciárias não existe verticalidade nas promoções dentro das carreiras, apenas horizontalidade (diferente do que ocorre na Polícia Militar), ou seja, se na PM alguém pode ingressar como Soldado e ser promovido até o posto de Subtenente; ou entrar como Aspirante-a-Oficial e chegar a Coronel; na Polícia Civil, quem ingressar como Agente Policial, por exemplo, permanecerá como Agente Policial para sempre (a menos que ingresse em outra carreira por meio de outro concurso exonerando-se da anteriormente.
Assim sendo, a única progressão que existe é dentro das Classes de uma mesma carreira, sendo que um novato ingressa na 3ª Classe, depois progride para a 2ª, a 1ª e, finalmente, para a Classe Especial. Em suma, as únicas diferenças entre, por exemplo, um Escrivão de 3ª Classe e um de Classe Especial são o salário e a primazia para ocupar postos de chefia. Os integrantes da 3ª Classe ainda não são considerados efetivos e só adquirem estabilidade após 3 (três) anos de efetivo exercício (os 1095 dias do Estágio Probatório).

O que faz o Fotógrafo Técnico Pericial da Polícia Civil:

São atribuições do cargo de Fotógrafo Pericial da Polícia , entre outras:

img18
  • Dirigir viatura policial ou veículo afim, responsável pelos cuidados essenciais como higiene, manutenção, conservação e bom funcionamento dos mesmos, no período em que os estiver utilizando;
  • Conduzir ou participar de flagrantes;
  • Atender ocorrências policiais;
  • Auxiliar e fazer ações e pesquisas investigativas, com a finalidade de estabelecer as causas, circunstâncias e autoria das infrações penais e administrativas (por exemplo: campanas, interceptações telefônicas etc);
  • Efetuar diligências policiais, dar cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão;
  • Coletar dados objetivos e subjetivos pertinentes aos vestígios encontrados em bens, objetos e em locais de cometimento de infrações penais para os fins de apuração de infrações penais;
  • Executar a busca pessoal, a identificação criminal e dactiloscópica de pessoas (na ausência do papiloscopista policial) para captação dos elementos indicativos de autoria de infrações penais.

Fonte: CURSO FMB

Quer saber como se preparar para o concurso para Fotógrafo Técnico da Polícia Civil:

Na preparação para o concurso de Fotógrafo da Polícia Civil é fundamental: um bom plano de estudo, dedicação, curso e material eficientes. Não adianta sair estudando sem foco  e de maneira desorganizada. È  preciso um plano de estudo diário. Para os alunos do Curso FMB o Professor Flávio Monteiro de Barros (Ex-Juiz/Promotor de Justiça )  elabora um plano de organização do estudo , que  otimiza e valoriza  o tempo. È preciso disciplina! No Curso FMB as aulas são ministradas por professores que ocupam cargos de  Juízes, Desembargadores, Promotores,Delegados, Peritos da Polícia , Auditores da Receita Federal, dentre outros.
O Curso é  ainda acompanhado por apostilas em pdf. O Curso FMB ainda oferece Cursos por DVD e Apostilas para Fotógrafo da Polícia.

Clique aqui para mais Informações:

img18

Solicite seu Plano de Estudos: Envie e-mail para contato@cursofmb.com.br

Acesse provas e gabaritos dos Concursos para Escrevente Técnico dos Tribunais

img18