Edital TJ RN: Provas dia 1º de março! Oferta de 33 vagas!

O novo edital do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte foi publicado no último dia 17 de janeiro (edital TJ RN). As inscrições já foram encerradas e as provas objetivas serão aplicadas no dia 01 de março de 2020.

Ao total foram recebidas 1.549 inscrições. O cargo com maior concorrência foi o de Técnico de Suporte Sênior, que possuiu 93 candidatos por vaga.

O certame será realizado pela banca examinadora Comperve , da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

O processo seletivo simplificado, de caráter temporário, oferta 33 novas vagas para a carreira de Tecnologia da Informação nas especialidades de: Analista de Suporte Pleno, Coordenador Técnico de Atendimento e Suporte, Técnico de Suporte Sênior, Analista de Suporte Pleno – Banco de dados, Analista de Sistema Sênior, Administrador de Sites.

Confira todas as informações sobre o edital no índice abaixo

Remunerações e benefíciosCargos, vagas e lotaçõesInscriçõesEtapas de prova
Prova objetivaAvaliação de TítulosÚltimo concursoAnálise do editalResumoEdital TJ RN: Remuneração e benefícios
O edital oferta vagas para níveis médio e superior, com remunerações que podem chegar até R$5 mil. Veja abaixo os vencimentos básicos das carreiras divulgadas no edital.

Técnico de suporte sênior – R$ 2.676,61Analista de suporte pleno – infraestrutura – R$ 5.142,80Coordenador técnico de atendimento e suporte – R$ 4.811,28Analista de suporte pleno – banco de dados – R$ 5.142,80Analista de sistemas sênior – R$ 5.520,16Administrador de Sites (Web Master) – R$ 5.520,16
Os novos servidores temporários também receberão benefícios como:

Auxílio alimentação de R$1.400,00Ressarcimento do auxílio-saúde.Edital TJ RN: Cargos, vagas e lotações
Os novos servidores serão lotados na cidade de Natal no RN. As vagas ofertadas contempla áreas na carreira de Tecnologia da Informação. Veja abaixo os cargos ofertados.

Nível médio

Técnico de suporte sênior
Vagas: 12
Jornada de trabalho: 40h
Principais atribuições: Monitorar, continuamente, o andamento dos processos administrativos de seu interesse ou responsabilidade; Responder diligências oriundas de outras unidades organizacionais, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico; Identificar / Analisar / Corrigir chamados registrados errados ou incompletos; Atender os chamados de acordo
com as instruções técnicas de trabalho pré-definidas; Escalonar / Encaminhar os chamados de acordo com o fluxo de trabalho pré-definido; Executar atividades de: Suporte, manutenção e configuração de Sistemas Judiciários em equipamentos do parque do PJRN e de equipamentos pessoais de usuários autorizados para o tealíneabalho; Criar documentação de rotinas técnico-operacionais; Procedimentos de monitoração; Leitura de relatórios e isolamento das falhas; Registrar no Sistema de Gerenciamento de Demandas detalhes do tratamento dado aos chamados de forma a manter um histórico que possa ser útil; Registrar e notificar o usuário, quando da reclassificação de chamado que implique em alteração dos níveis de atendimento do mesmo; Criar / Manter / Atualizar documentos de base de conhecimento, procedimentos de atendimento (Scripts/Instruções de trabalho), FAQ’s, etc.

Nível superior

Analista de Suporte Pleno
Vagas: 6
Jornada de trabalho: 40h
Principais atribuições: Assessorar o Departamento de Infraestrutura e Suporte em todas as atividades de planejamento; Monitorar, continuamente, o andamento dos processos
administrativos de seu interesse ou responsabilidade; Responder diligências oriundas de outras unidades organizacionais, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico; Planejar, executar e monitorar projetos e atividades de conectividade das redes locais, de longa distância, de telefonia, wireless e de servidores de infraestrutura e de aplicação, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico; Auxiliar no estabelecimento de acordos de nível operacional e requisitos mínimos para os serviços de conectividade das redes locais, de longa distância, de telefonia e wireless do PJRN e de servidores de infraestrutura e de aplicação de acordo com as necessidades do negócio; Atuar, prontamente, na superação de entraves à resolução de incidentes e problemas de conectividade das redes locais, de longa distância, de telefonia e wireless e de servidores de infraestrutura e de aplicação de acordo com os requisitos mínimos de serviços e com os acordos de nível operacional estabelecidos; Auxiliar na resolução de incidentes críticos, em reuniões entre fiscais de contratos e prepostos de empresas contratadas, de acordo com o impacto causado ao negócio; Prestar suporte de 2º e 3º nível dos serviços de TIC aos usuários da instituição, de acordo com a área de infraestrutura; Elaborar estudos técnicos visando a melhoria contínua dos serviços de infraestrutura, de acordo com os instrumentos de planejamento.

Coordenador técnico de atendimento e suporte
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 40h
Principais atribuições: Assessorar o Departamento de Infraestrutura e Suporte em todas as atividades de planejamento; Monitorar, continuamente, o andamento dos processos
administrativos de seu interesse ou responsabilidade; Responder diligências oriundas de outras unidades organizacionais, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico;
Responsabilizar-se pela operação do atendimento do suporte a sistemas judiciais; Garantir que as atividades realizadas pelas equipes que coordena sejam executadas na forma e nos prazos
estabelecidos pela Setic, com observância dos respectivos fluxos de processos definidos; Coordenar a atuação das equipes, focando na qualidade do serviço prestado, bem como garantindo o alinhamento das atividades com os requisitos de negócio do TJRN; Organizar e distribuir as tarefas diárias entre os técnicos de atendimento; Verificar, continuamente, a necessidade de realização de treinamento dos profissionais que coordena; Revisar e aperfeiçoar, continuamente, as instruções técnicas, os roteiros de atendimento (Scripts) relacionados aos atendimentos, bem como a base de conhecimento; Zelar pela padronização das respostas dos profissionais de atendimento; Controlar e administrar a frequência, escalas de trabalho, ausências, atestados e substituições dos profissionais alocados na prestação dos serviços.

Analista de suporte pleno
Vagas: 6
Jornada de trabalho: 40h
Principais atribuições: Assessorar o Departamento de Infraestrutura e Suporte em todas as atividades de planejamento; Monitorar, continuamente, o andamento dos processos administrativos de seu interesse ou responsabilidade; Responder diligências oriundas de outras unidades organizacionais, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico; Planejar, executar e monitorar projetos e atividades de administração de banco de dados e de sistemas de Business Intelligence – BI, de acordo com os prazos estabelecidos por superior hierárquico; Atuar, prontamente, na superação de entraves à resolução de incidentes e problemas de administração de banco de dados e de sistemas de Business Intelligence – BI de acordo com os requisitos mínimos de serviços e com os acordos de nível operacional estabelecidos; Auxiliar na resolução de incidentes críticos, em reuniões entre fiscais de contratos e prepostos de empresas contratadas, de acordo com o impacto causado ao negócio; Prestar suporte de 2º e 3º nível dos serviços de TIC aos usuários da instituição, de acordo com a área de administração de banco de dados e de sistemas de Business Intelligence – BI; Participar de análise, avaliações e projetos em conjunto com a Secretaria de Gestão Estratégica no tocante às estatísticas do judiciário.

Analista de sistemas sênior
Vagas: 5
Jornada de trabalho: 40h
Principais atribuições: Analisar as demandas apresentadas pelas áreas de negócio e propor alternativas de solução técnica e estratégia de desenvolvimento; Elicitar requisitos e criar
modelos de uso e de testes de sistemas; Elaborar projeto lógico e físico de dados e de sistemas; Elaborar documentação relativa às etapas de desenvolvimento de sistemas; Planejar, elaborar e
ministrar treinamentos relativos a sistemas de informação, ferramentas de acesso e manipulação de dados; Selecionar, implementar e internalizar novas tecnologias de desenvolvimento; Prestar
assessoramento técnico no que se refere a prazos, recursos e alternativas de desenvolvimento de sistemas; Especificar a manutenção de softwares e de sistemas; Manter os sistemas em produção, avaliando seu desempenho e, quando necessário, propondo medidas de correção dos desvios; Planejar e administrar componentes reusáveis e repositórios; Certificar e inspecionar modelos e
códigos de sistemas; Desenvolver scripts, gatilhos (triggers), funções (functions) em bancos de dados para eventuais ajustes e evoluções; Elaborar e gerenciar projetos de sistemas e software.

Edital TJ RN: Inscrições
Os candidatos que desejam uma vaga no TJ RN realizaram as inscrições do dia 27/01 até o dia 4/2. A banca examinadora será a Comperve da UFRN e as inscrições deverão ser realizadas por meio do site: http://sistemas.comperve.ufrn.br/helpdesk/.

As taxas de inscrição foram de R$80,00 e R$100,00, de acordo com o cargo escolhido.

Os candidatos que se enquadrarem como doadores de sangue, as mães que doam leite materno e eleitor que prestou serviço na Justiça Eleitoral poderão solicitar isenção da taxa de inscriçãode 27 a 30 de janeiro, por meio do endereço eletrônico: http://sistemas.comperve.ufrn.br/helpdesk/

Edital TJ RN: Etapas de prova
O novo processo seletivo será constituído de 2 (duas) etapas, com a primeira sendo a de prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Já a segunda será a de avaliação de títulos específica, unicamente de caráter classificatório.

Prova objetiva
Disciplinas

A prova objetiva será de 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha. A avaliação será aplicada na cidade de Natal, na data de 01 de março de 2020, nos turnos matutino e vespertino, com duração de 4h de prova.

Confira a divisão da avaliação:

Língua Portuguesa – 10 questõesLei de Organização Judiciária – 10 questõesConhecimento específico – 30 questões
Avaliação de títulos

Após aprovados no certame, os candidatos serão submetidos a uma análise curricular, de caráter classificatório, onde terão que apresentar experiência profissional e específica na área de Tecnologia da Informação e Comunicação e experiência também em ferramentas judiciais.

Os candidatos poderão apresentar documentos pessoais relacionados à TI, com período e tempo de trabalho em órgão público e atestado pessoal com experiência em ferramentas judicias, também em órgãos públicos.

Os documentos podem ser emitidos por meio de empresa terceirizada ou pelo departamento de Recursos Humanos dos órgãos públicos.

Último concurso
O último certame TJ RN aconteceu em 2001, com oferta de 100 vagas de provimento imediato, distribuídas nas carreiras de níveis médio e superior, nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Para cargos de nível superior, foram oferecidas 69 vagas, divididas nas áreas de Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado, nas especialidades de Revisão de Texto, Tecnologia da Informação/ Administração em Redes de Computadores, Tecnologia da Informação/ Banco de Dados, Tecnologia da Informação/ Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia da Informação/ Segurança da Informação e de Tecnologia da Informação/ Telecomunicações.

Já para cargos de nível médio, foram ofertadas 31 vagas nas áreas administrativa e judiciária do cargo de Técnico Judiciário.

O vencimento básico para o cargo de Analista foi de R$6.009,19, já para o cargo de Técnico a remuneração ofertada foi de R$4.619,00. Além dos salários os servidores receberão auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

Fonte: https://blog.grancursosonline.com.br/edital-tj-rn/